Equipe

Ethieny Santana (Big Boss ou Thy) nasceu no estado do Rio em 1994, perto da hora do almoço, o que explica bastante sua fome constante. Formada em jornalismo, sempre teve amor pela escrita e pelos filmes. Conheceu o mundo sul coreano através de duas amigas e do Netflix, ficando presa aos kdramas de todos os tipos. Não entende nada de kpop, a não ser que sejam trilhas sonoras. Conhecida como Shin Min Ah de Caxias, tem uma covinha do lado direito e sabe usá-la quando necessário.



Priscilla Oliveira, mas também atende por Pri (ou pela alcunha de Kwang Soo). Nasceu às 19:25 do terceiro dia do mês de fevereiro do ano de 1994, mas não é detalhista, nem um pouco. Natural do Rio de Janeiro, nem se quisesse poderia esconder seu estado natal, já que a cada vírgula pronunciada, o característico s chiado se faz presente. É formada em Letras, e, sua paixão por novos idiomas e culturas a fez escolher como habilitação o Grego Clássico. Sua entrada no universo coreano foi um tanto curiosa. Das risadas pela fixação da irmã mais nova pelos garotos de cabelos coloridos, os grupos com 3456 garotas diferentes e pelos choros da mesma pelas histórias que ela não entendia bulhufas, começou a assistir MV's de 2ne1 e Big Bang escondida (se vendo cantarolar "nega chega pra lá" nos momentos mais inoportunos), no mais típico caso de pagar a língua. Não muito tempo depois, caiu nas graças de um certo garoto mimado de cabelos cacheados e que aterrorizava a escola onde estudava junto com seus três melhores amigos. De lá pra cá, chorou mais do que a Park Shin Hye assistindo os doramas que antes criticava (o que gerou um "Eu te avisei!" e muitas risadas da irmã mais nova), decorou o nome de cada um dos quinhentos e um membros dos k-groups que virou fã, passou a usar frequentemente termos como oppa e unnie e se viu viciada por uma benção coreana: os programas de variedade.


Hellen Marriel (Hels/Hells), nasceu no Rio de Janeiro em 25 de agosto de 1995, às 11:10 e não entende nada de horóscopo e afins, o que significa que, apesar de saber a hora do nascimento não fez diferença nenhuma fazer um mapa astral por não conseguir entender absolutamente nada. É estudante de Letras e apaixonada por aprender novos idiomas e conhecer novas culturas. Com mais grupos de Kpop na lista do que palavras no dicionário, foi apresentada a este mundo em 2010 por uma amiga em uma viagem escolar e conheceu os Kdramas em 2012 com Dream High (tudo culpa de 2PM, grupo ao qual vive panfletando).



You can call me Kerouls Caputo. Tenho cara de maknae mas sou a unnie daqui.  Mas a minha idade não vem ao caso, o importante é que de alma sou uma fangirl de 15 anos para sempre. Para as viciadas nos astros sou aquariana com ascendente em áries e lua em libra. Ou seja, quem não sabe escolher bias porque quer amar todos? Eu mesma Ferreira. Moro no Rio de Janeiro, sou viciada em café, livros e Jackson Wang. Sou um panda em forma de gente e adoro abraços bem quentinhos. Entrei no mundo do KPOP ao ver um vídeo de reaction do LubaTV e me apaixonar ao primeiro view por GOT7. Então, welcome to my world let's do this 😉.

O nome é Aline, mas a escolha de como quiserem me chamar, é livre. Nascida em 1997 sob o signo de gêmeos, em breve meus 19 anos se tornam 20. O curso é Marketing, mas o coração é de artista. A alma é viajante para acompanhar o corpo que já viveu em mais lugares que os dedos das mãos possam contar. Atualmente, moro em São Paulo.
O K-World entrou na minha vida no início de 2015 e desde então, nunca mais cogitou sair. Se alguém souber a solução para isso, por favor, não me diga.

De acordo com a certidão de nascimento é Ana Carolina, mas só se reconhece como Carol. Nascida no dia 1º de fevereiro de 1998, é uma aquariana das fortes. Viveu a vida inteira em Belo Horizonte, mas carrega o sonho de conhecer o mundo inteiro. Está cursando Letras, e como o coreano não existia como opção, se decidiu por fazer habilitação em português e alemão. Entrou para o k-mundo no início de 2016, sendo então relativamente nova no meio. Apesar disso, ama mais grupos de kpop e doramas do que consegue contar e, quanto mais entra nessa vida, mais nela pretende ficar.
Tecnologia do Blogger.